10º Seminário ArteHoje, encontro criativo da FAOP


A décima edição do Seminário ArteHoje chega ao final, mas deixa muita criatividade nos espaços do Núcleo de Artes da Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP e do SESI-FIEMG na forma de palestras, oficinas e apresentações musicais.  Ocorrido de 27 a 30 de novembro, o Seminário reuniu grupos de pesquisa, professores e artistas ao redor do tema Processos de Pesquisa em Arte. 

A diversidade de atividades garantiu que o ArteHoje, muito mais do que um evento sobre as artes, fosse um ponto de encontro entre pessoas que se interessam por ela e que a experimentam de alguma forma. Nas palestras e mesas, aspectos da arte contemporânea e das teorias que a circundam foram debatidos trazendo referências e novos problemas a serem levantados.  As oficinas propiciaram a criação de músicas, quimigramas e performances que depois foram expostas durante o encerramento.  

Dia 27:

Júlia Mitraud, presidente da FAOP, e Gabriela Rangel, diretora da Escola de Arte, abriram o evento falando sobre a importância da promoção de iniciativas como o ArteHoje, tanto para a Fundação, quanto para Ouro Preto, cidade símbolo do patrimônio artístico em Minas Gerais. 

Rachel Costa, pesquisadora, professora da Escola Guignard e curadora independente apresentou O quid pro quo do significado e da materialidade na arte contemporânea. Na palestra, Rachel levantou alguns nomes da filosofia da arte e a necessidade de repensar alguns aspectos da produção artística contemporânea. Em seguida, a abertura foi contemplada com o show Thiago Costa e Sete Cordas e a Mostra de Pesquisas Artísticas em Processo

Dia 28:

Pela manhã, a Mesa 1 reuniu o Laboratório de Estudos e Vivências da Espacialidade | LEVE e o Bureau de Estudos Sobre a Imagem e o Tempo | BE-IT, ambos grupos de pesquisa da Escola de Belas Artes da UFMG. Com mediação da professora de artes e coordenadora do Núcleo de Arte da FAOP, Rachel Falcão, a mesa discutiu sobre a acessibilidade da arte na sociedade e expôs alguns trabalhos dos integrantes dos grupos.

A tarde e a noite ficaram a cargo dos minicursos ministrados no espaço do Núcleo de Arte. O grupo LEVE desenvolveu projetos, a partir das ideias dos participantes, de interações artísticas no espaço urbano com a oficina Chamado ao LEU; Thiago Costa deu início ao minicurso Criação Musical no qual aspectos técnicos e instrumentais foram levantados; Marquinho Aniceto falou sobre a Análise Musical - músicas de ontem, músicas de hoje e perspectivas futuras.

Dia 29:

Mesa 2 com os grupos GRASSAR e Imagens no Vazio: escrita e teatralidade trouxe pesquisadores da UFMG e da UFOP para discutir aspectos da pesquisa e da criação estética. Os minicursos continuaram seus cronogramas e Dirceu Maués iniciou a oficina Imaginário de Luz e Prata, na qual os participantes prepararam as soluções utilizados na produção das quimigramas, processo pictórico no que utiliza técnicas da fotografia e da pintura.

Dia 30:

Último dia do evento. Os participantes concluíram os trabalhos e se prepararam para a exposição dos resultados na conferência final. Juntamente com a oficina Arte e Seus Desafios e a palestra de conclusão, ambos ministrados pela da artista Rosana Ricalde, o fechamento do 10º Seminário ArteHoje da FAOP  contou com apresentação musical, mostra de quimigramas e dos projetos de interação artística elaborados nas oficinas.

_________

Serviço: Seminário ArteHoje

Data: de 27 a 30 de novembro de 2017.

Público: Comunidade e demais interessados

Local: Núcleo de Arte da FAOP e SESI-FIEMG



05/12/2017